Notícias

Em live da Acil, fundadora da Anselmi destaca a importância dos princípios

23/03/2021
Eventos

“Indiferente da profissão, o importante é fazer o que se faz com amor. Esse é o segredo para se ter sucesso.” A afirmação foi feita pela fundadora e diretora da Malharia Anselmi, de Farroupilha, Maria de Lourdes Anselmi, ao explicar o sucesso de sua empresa que, hoje, é considerada referência em criação, tecelagem, costura e tinturaria em tricot na América Latina. Ela participou de live promovida nesta terça-feira (23) pela Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil) e Fórum da Mulher Empresária (FME) da Acil.

Com o tema “Empreendedorismo feminino e seus desafios”, Maria revelou todos os passos de sua trajetória empreendedora. “Desde criança aprendi com os meus pais a ter valores. Eles me ensinaram a trabalhar, fazer as coisas certas, a ser justa e correta. Sempre carreguei esses princípios comigo e hoje passo eles adiante. Acredito que eles fizeram eu chegar até aqui e são eles que fazem as pessoas de sucesso”, destacou.

Dedicação

Nascida e criada de forma humilde na colônia, após chegar de mudança em Farroupilha, Maria foi a procura de emprego nas malharias da cidade. “Sempre tive vontade de ter o meu próprio negócio, mas, para isso, precisava de renda e conhecimento. Comecei a trabalhar nas malharias. Juntei o que hoje equivale a R$ 1 mil e produzi 20 camisas em um dos quartos da minha casa. Peguei uma sacolinha, fui para o Centro visitar lojas. Não consegui vender nenhuma e voltei para casa frustrada”, contou.

A empreendedora compartilhou que, com dedicação, todos os objetivos podem ser alcançados. “Voltando para casa sem vender nenhuma peça, encontrei uma senhora, de Porto Alegre, que era revendedora. Conversamos e a convenci de ir até a minha casa para ver os meus produtos. Ela comprou metade das minhas camisas e, na semana seguinte, me enviou uma carta com novo pedido.”

Ampliar conhecimentos

Ao lembrar que o início de sua trajetória empreendedora foi difícil, Maria diz que a estratégia para tudo dar certo é sempre buscar fazer tudo com disciplina. “Eu trabalhava das 6 da manhã à meia noite, inclusive nos finais de semana, para poder entregar todos os pedidos no prazo certo”, enfatizou.

Em determinado época, ingressou no comitê de um sindicato do setor. Naquele momento, sua empresa começou a aumentar. “O sindicato levava quatro pessoas por ano para viagens em feiras fora do país. Visitamos eventos nos Estados Unidos, na França e outros países. Nessas viagens, como sempre, fui muito curiosa e consegui ampliar meus conhecimentos”, revela.

Livro

Segundo Maria, o sucesso da Anselmi veio de forma gradativa. “Meu caminho foi fazer sempre o melhor. Então, o resultado de hoje é fruto de muito trabalho, dedicação, pesquisas e conhecimento”, destacou.

Ao final da transmissão, Maria revelou que está escrevendo um livro para compartilhar sua história. Deixando mensagem para o público que acompanhou a live, Maria disse que “se tivesse que começar hoje, faria tudo a mesma coisa, iria repetir a receita, porque deu certo.”

Participaram da transmissão como entrevistadoras a empresária e coordenadora do Fórum Executivo da Acil, Camile Bertolini Di Giglio, e a arquiteta e integrante do FME da Acil Evelise Ribeiro. A live pode ser conferida na íntegra no perfil do facebook da Acil – facebook.com/acilajeado – e no canal da entidade no YouTube – abre.ai/youtubeacil.

Apoio

A transmissão contou com o apoio de Bebidas Fruki, BiMachine, Black Contabilidade, BRDE, CBM Materiais Elétricos, Construtora Jachetti, Excellence Garçons, Invictos Ar Condicionados e Refrigeração, Olicenter, Poolseg Corretora de Seguros, Sicredi Integração RS/MG e Tecnosom. Este grupo de empresas constitui o time de apoiadores das reuniões-almoço 2021 da Acil.

Assine a newsletter