Notícias

Em live, industrial fala sobre medidas adotadas por sua empresa para superar a pandemia

30/06/2020
Institucional

“O empresário se obriga a tomar determinadas atitudes, a realizar novas ações e atuar de forma diferente em meio à momentos de crise.” A afirmação foi feita pelo sócio-diretor da Docile Alimentos Ricardo Heineck em live promovida pela Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil) nesta terça-feira (30).

Com o tema “A retomada da indústria no pós pandemia”, Heineck conversou com o presidente da Acil, Cristian Rota Bergesch, e com o diretor de Indústria da entidade, Júlio Eggers, sobre as medidas que foram adotadas pela Docile desde o início da pandemia, e como a empresa vem trabalhando para passar pelo momentos de crise, provocados inicialmente pelo isolamento social e, depois, distanciamento controlado.

O empresário citou exemplos e atitudes que foram adotadas por sua empresa que, além de fábrica em Lajeado, possui parque fabril em Vitória de Santo Antão (PE) e emprega mais de 900 funcionários.

Comitê de crise

Heineck comentou que, no início da pandemia, a Docile criou um comitê de crise que se reunia todas as manhãs para analisar os cenários que se desdobravam e também revisar o planejamento estratégico da empresa. “O intuito das reuniões era analisar nossa saúde financeira e programar ações que ajudassem a manter os nossos mais de 900 colaboradores”, afirma.

Ao explicar que teve que desligar cerca de 100 colaboradores desde o início da pandemia, o empresário disse que os momentos de crise levam as empresas a tomarem decisões muito rápidas. “A crise nos coloca contra a parede e nos obriga a tomar decisões defensivas,” detalha.

Retomada

Em relação ao andamento das atividades no parque fabril, o empresário destacou que a Docile segue todas as normas de higienização e distanciamento necessárias para continuar funcionando. “Além de pensar na empresa, precisamos pensar na saúde do nosso colaborador pois, sem o trabalho dele, a empresa não produz”, destacou.

Heineck falou que, em determinado momento, houve a necessidade de criar o comitê de retomada, para traçar estratégias de reestabelecer contatos com o mercado e descobrir novas formas de atuação. “Precisamos focar no positivo, pois a cada dia que passa temos um cenário diferente e, para sobreviver, temos que nos tornar cada vez mais competitivos”, afirma.

Para explorar novas formas de chegar ao mercado e continuar atuante, o empresário abordou como está sendo a retomada plena das atividades da empresa no momento. A projeção é de que as admissões venham a superar os desligamentos que tiveram que ser realizados. “Estamos em processo de contratação de 51 pessoas e, até agosto, mais 60 vagas de trabalho serão preenchidas”, adianta.

Heineck explicou que as empresas industriais têm papel fundamental na região e destacou o fato de todas elas estarem superando a crise. “Precisamos motivar os funcionários, pois o resultado do trabalho de uma pessoa motivada é absolutamente diferenciado em comparação a uma pessoa não motivada”, comenta.

Realização

A live ocorreu simultaneamente nas três plataformas digitais da entidade Acil e serviu como forma de levar os conteúdos abordados mensalmente nas tradicionais reuniões-almoço. Ela pode ser conferida na íntegra nos perfis do facebook (clique aqui) e youtube (clique aqui) da entidade.

A live contou com o apoio de Bebidas Fruki, BiMachine, Black Contabilidade, BRDE, CBM Materiais Elétricos, Construtora Jachetti, Excellence Garçons, Invictos Ar Condicionados e Refrigeração, Olicenter, Poolseg Corretora de Seguros, Sicredi Integração RS/MG e Star Som, Luz e Imagem. Este grupo de empresas constitui o time de apoiadores das reuniões-almoço 2020 da Acil.

Assine a newsletter